Mielopatia - Sua Coluna Sem Dor

Mielopatia

É uma forma genérica de denominar as doenças da medula espinhal. O comprometimento da medula, dos seus envoltórios e das raízes neurais constitui uma síndrome clínica compressiva que é caracterizada por falta de força e precisão nos movimentos das mãos e desequilíbrio na marcha.

É ocasionada por lesões que podem ter causas traumáticas ou ser relacionadas com processos infecciosos, inflamatórios, ou que envolvam doenças carenciais etc. 

A mielopatia completa descreve a lesão medular que resulta em nenhuma sensação abaixo de sua origem. Por exemplo, uma pessoa com lesão um pouco acima da cintura não sentiria as pernas, não conseguiria andar, teria perda de controle da bexiga e função intestinal e não teria a função sexual.

Na mielopatia incompleta, algumas funções abaixo da lesão medular podem ser afetadas ou parcialmente afetadas. O sintoma mais comum é a presença de dor e rigidez do pescoço, associada a parestesias de extremidades difusa sem relação com dermátomos específicos, dormência e formigamento. Nos membros superiores, fraqueza e diminuição da destreza manual (queda de objeto, dificuldade em manipular objetos finos). Para caminhar, é observada instabilidade da marcha, o paciente se sente “instável” em pé e há fraqueza para subir e descer escadas. As alterações na marcha são o mais importante preditor clínico. Dentre os sintomas viscerais, pode ocorrer retenção ou urgência urinária, raro e só aparece mais tarde na progressão da doença.

10 - MIELOPATIA CERVICAL 2.jpg (21 KB)

Desenvolvido por Máquinaweb Soluções em TI |

Topo